Pesquisar neste blog

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Falando de partida - Raimundo Torres


Quando irei?
Me pergunto...
Só sei que irei...
Irei um dia e meu corpo assim será resumido
A um monte de Ossos, ornados em um caixão
Quem sou?
Pó.
Simplesmente.
Um dia talvez, irão me procurar
E não me acharão...
Serei vagas lembranças...
Um dia talvez à tarde, ao pôr do sol
Ou ao alvorecer....
Irei...
Farei uma viagem sem retorno...
Um dia talvez, enquanto cai uma chuva apressada...
Sairei num sono tranquilo e sem pressa...
Um dia talvez, enquanto o vento sussurra...
Enquanto as folhas caem com o peso do orvalho matinal
Irei, e serei apenas lembranças...
Lembranças de um que deseja subir aos céus,
Provar da eternidade e viver com Deus.

1990, Apodi/RN

Nenhum comentário: