Pesquisar neste blog

quinta-feira, 20 de junho de 2013

O fim - Paulo Filho Dantas


“No dia em que você partir
Não terei mais alegria,
Não sentirei do sol o calor
Ficará comigo a dor
A vida está vazia
Só o desgosto a sentir

Os dias irão se passar,
Lentamente vou sofrendo,
Tento sair, cousas novas buscar
É difícil ficar sem te ver
Aos poucos estou morrendo
Perdoa mas não dá para te esquecer

Agora é só ilusão
Tudo de concreto é irreal
Vou tentando buscar forças...’’

Copiado do: Caminhos do Meu Ser

Nenhum comentário: