Pesquisar neste blog

quinta-feira, 11 de abril de 2013

A Briga por São Miguel - Por Raimundo Nonato

A causa de uma antiga rivalidade que existiu entre Apodi e Caraúbas, é relatada pelo historiador Raimundo Nonato da Silva da seguinte maneira: 

“Entre Apodi e Caraúbas sobreviveu uma velha rivalidade, nascida ao que diziam; por causa de uma imagem de São Miguel, que estivera na capela do cemitério desta última cidade, ale pelo ano de 1866. 
O fato, é conhecido e relatado pelos mais velhos, resume-se mais ou menos no seguinte: 

Um dos troncos da genealogia da família Cachoeira, o seu velho patriarca, capitão Leandro Bezerra, que foi também o fundador de Caraúbas, era homem religioso e fez levantar uma capela em terras de sua fazenda, sob a invocação de São Miguel, cuja imagem mandou buscar na cidade de Recife. 

Para o dia do batismo, que seria feito pelo Padre Faustino, do Apodi, o capitão Leandro preparou uma festa. O vigário ali presente, verificando então o tamanho da imagem para um oratório particular, aconselhou o chefe daquela gente, a mandar colocá-lo na matriz do Apodi, no que foi atendido. 

E os tempos se passaram... até que foi criada a freguesia de Caraúbas. Ali os herdeiros do capitão Leandro apareceram, levantando a questão sobre o direito da imagem, que segundo eles afirmavam, era deles e não dos apodienses. 

A situação chegou a se complicar tomando o caráter d briga. Os do lado de Caraúbas ameaçaram de vir buscar o santo à força e a gente do Apodi, tratou de preparar as armas para a reação. 

Estavam as coisas nesta altura quando o bom senso retornou. Entraram em entendimento. Voltaram às boas e fizeram as pazes. Mas resquícios do desentendimento não se apagaram, e entre os habitantes de Apodi e Caraúbas ficou a sombra daquela incompreensão, uma desconfiança sem ódio, sem animosidade’’. 

Fonte: Apodi, Sua História - Válter de Brito Guerra

Nenhum comentário: