Pesquisar neste blog

sexta-feira, 22 de março de 2013

Triunfo da Alma - Mônica Freitas

O meu triunfo não se gera no atrito                                      
nem na ansiedade que ofusca o peito
no conflito que faz minar as lágrimas
no lago de dores que trafega no leito

Meu triunfo é a escuta de um grito
de um sussurro calado no ouvido
É um olhar absurdo, grande e atento
que enxerga o coração lá dentro

Não é sonho, nem fantasia, é realidade,
é construído numa oração de alma aflita,
é acabado, velado, esculpido e pintado
com o sopro do amor que Deus me palpita

Se firma na fé, no sonho, no esforço da alma.
Não briga com o espírito estranho e mente pedrificada
Espera a calma que a tempestade gera quando acalma.
Meu triunfo é valente, mas não bate nem cria emboscada.

Meu triunfo, é a vitória da minha alma calma.

Copiado do blog: Portal das Letras Poty

Nenhum comentário: